segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

DA SÉRIE PARADA DE ÔNIBUS...

 
 Sinimbu/RS

Dizem que o nome da cidadezinha é uma homenagem ao liberal João Lino Vieira Cansanção de Sinimbu, o Visconde Sininbu e presidente da província de São Pedro do Rio Grande do Sul entre 1852-1855, que teria incentivado a colonização do interior de Santa Cruz do Sul.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

PASSEIOS NA COLÔNIA: DOIS LAJEADOS-COTIPORÃ

Domingo de verão.  Janeiro de férias.  Tempo de Passeios na Colônia.
 

Tempo que dissipa a cerração como se soprasse a  preguiça,
para longe dos morros, ora cinzentos, ora bentos.


Fortalecidos com o café do Hotel Giacomin...

...seguimos o caminho da bruma do Tempo.


Esse Tempo que ameniza a variável matemática
de nossas dores e escolhas.
 


Esse Tempo onde é preciso tecer novos vínculos 
de tolerância e comprometimento.
Tempo breve na propriedade da Família Grando.
Tempo de fartura.
Tempo de suor e trabalho.
Pausa no tempo para exercer a curiosidade e alegria.
 

Guardamos nossas uvas e tomates
e seguimos os passos de quem toma o tempo à frente.

À caminho dessa imensidão de belas incertezas.

Logo, logo 35º 
-  na previsão de alguém entendido em Tempo.


A caminhada recém começando...

... muito chão e infinito.
(Lacuna no Tempo...)

“Tempo, tempo, tempo, compositor de destinos, 
tambor de todos os ritmos, entro num acordo contigo.”
 –  definitivo na voz de Caetano Veloso -
o Tempo mede distâncias...

... e nessa refresca até maus pensamentos.
Minha intuição diz que é por aqui...
Cada um no seu tempo,
no seu ritmo,
no seu silêncio.
Na encruzilhada, a civilidade da
 religião e do bolicho na poeira à beira da estrada.


O espanto entediado:
bom-dia! 
Ninguém responde, povo desconfiado.

 

Gosto de testar todas minhas capacidades:
físicas e sensíveis.


 Falta muito?
Apenas o silêncio, responde.

Como será morar por aqui,
sem aspas ou ponto de exclamação?


Sim, sim, o silêncio é bom 
e fortalece os sentidos.

Então ele aparece, láááá embaixo...
O rio Carreiro nascido em Ibiraiaras,
filho do rio das Antas,
pai do rio Taquari,
de família boa, diria minha vó.
Sujo e vigoroso das águas das chuvas.
Imponentemente belo na sua extravagância.
divide Serafina Corrêa de Nova Bassano,
Guaporé de Vista Alegre, 
Dois Lajeados de Cotiporã,
onde estamos.


Atravessamos os limites, suados e sedentos,
quase embolhados nesses 14km e 800m, cronometrados.

Entro de calça, tênis e me batizo
por ordem  e graça do meu poetizo.

"... pelo mundo afora, 
ir embora
Sem sair do meu lugar.” 
Los Hermanos
 

Acredite, a melhor parte da caminhada
foi um probleminha com nosso ônibus.


É na diversidade que testamos quem somos...
Aguardamos o conserto,
compartilhamos água, uva e risadas.
O dono chegou para deixar todos bem à vontade.
Músicos são sempre assim:
generosos com suas partituras.


E Alicio de Assunção conseguiu mais uma vez
trazer vida para nossa vã existência.

“O que usaremos pra isso
Fica guardado em sigilo
Tempo Tempo Tempo Tempo
Apenas contigo e migo
Tempo Tempo Tempo Tempo
Não serei nem terás sido
Tempo, Tempo, Tempo, Tempo...”