segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

PEDRA D'MIM............. PEDRA D'NÓS!

 Domingo voltei a Tamanduá, interior de Marques de Souza, Rio Grande do Sul, para apresentar as belezas do Centro Ecológico Pedra d'Mim, de Marta Verena Lucian, a Anna Carolina, Carol e Vico.

Fragmentos dos versos 
da poeta Maria Carpi 
para iluminar nossa trilha:

 


A Semente e a Palavra
                     Maria Carpi

"Em algum lugar tu escreves
E a árvore emerge.
Em algum lugar
Tu cantas
E a árvore singra.
Em algum lugar,
O semeado escuta a semente
A árvore pousa."

 Plantar ou deixar-se plantar
 Maria Carpi

"O que planto, vejo e reclino,
o que sou plantada me vê

e apura. O que planto,
disperso e colho. O que sou,
plantada, me reúne e cura."


Plantar ou deixar-se plantar
  Maria Carpi

"Tudo o que planto
É metade de tudo
O que sou plantada."

"O que planto é semente
Comum, em tempo comum
De acordo com o zênite"


"O que planto é um
Por um, o que sou
Plantada é sem conta."


"Às vezes, estas raízes
Longas, amarradas umas
Às outras, em rochedo,
Quando me abeiro do ar,"


"... o que planto,
Disperso e colho. O que sou,

Plantada, me reúne e cura."




A Voz e as Vozes
 Maria Carpi

"As vozes não são a Voz.
As vozes, sem a brandura da Voz,
são turbulência na água,
são tremores na terra,
são desvarios do vento."
"Deixa-as, passantes,
em seu fulguramento."


"Dentro da cava do desejo,
serás fortalecido de silêncio,
como grãos, sem celeridade."



"Pelo alimento distinguirás
a Voz das vozes: as vozes
se as ouves, te sorvem.
As vozes são ávidas do que vestes,"

"do que sonhas, por onde pisas.
Não toleram a presença da árvore:
apenas lhe arrancam o produto.
As vozes, se as ouves, não ouvem"
"o suor, a lágrima, a resina.
As vozes, se as ouves, não ouvem
o murmurio fundo de um rio
que se levanta entre as brenhas...

só as ouves, desejante, bebendo-a."


A Luz e a Pedra
    Maria Carpi

"Andar em luz
Não me faz levitar
Acima das coisas."



"São as próprias coisas
que convergem
e levitam. São os 
caminhos que se alçam."



"Estando em luz,
Eu persigo as coisas
Onde estão, no alto."

"Às vezes, estas raízes
longas, amarradas umas
às outras, em rochedo,
quando me abeiro do ar,"


(...)
"de água, a pedra e a relva
do corpo, a pedra do brilho
dos olhos. A pedra e tudo
acumulado em mais dureza."

 "A pedra e tudo evaporado
na retina. A paixão da pedra
e minha lenta paixão madura."

"A passagem do corpo pela pedra.



 ... e a Pedra elevado ao espírito."


O ovo e o ninho
 Maria Carpi

"Pois uma ave sabe
que outra ave para
vir, tem de encontrar
nos ares um refugio

(...)

No alto da arvore, no cimo
do útero, no casulo do sol,

(...)

O ninho, mínimo, areja as ramas
do acaso. Não é a árvore
que contém o ninho, empoleirado.
é o ninho que cerca a árvore."

" A Árvore me provou e disse:

Ainda não estás madura.
Ainda não te nasceram os olhos."

"Essa água
Que sempre corre,
Em mim se demora"
 (...)
"Essa água sempre clara,
É a sombra onde minha
 luz descansa."
"A luz entrante
não é a mesma luz da que sobe
A luz em repouso não é
a mesma da que se abre."

A luz tem  várias pessoas.

 "Precisamos nos abastecer também
na dor e no  sofrimento, para
tecer o linho do encontro..."



Do amor e da Água
 Maria Carpi

"Se houver um sol
Intenso arrodeado
De sol, é porque
Estou, em Amor
Imersa. Se houver
Silêncio e somente
silêncio de sol e
da água silenciados,
é porque – Amor e eu –

somos boca a boca."

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

LAGOA DUTRA - PROGRESSO


A dois dias de um novo ano, voltamos ao interior de Progresso,
para descarregar todas as nhacas de 2017...
Deixamos em Lajeado, uma sensação térmica de 39º...
Já é férias...

 "Todo mundo" sabe que férias combina com piquenique...
 combina com novos olhares... 

 novos desejos...
 novas descobertas...

 novas amizades!
A terra quer carinho...

a terra quer chuva,
a terra quer estreitar os laços!

"Passa-passará

Quem de trás ficará

A porteira está aberta
Para quem quiser passar...

Passe por aqui
Passe por ali
E o último ficará aqui!"


Em Colônia Jardim,
uma pausa geladinha de refrescar o 2017, juntas!

domingo, 17 de dezembro de 2017

CAMINHOS DE TAMANDUÁ - MARQUES DE SOUZA

Saímos cedinho de Lajeado para participar da inauguração 
do "Caminho Autoguiado de Tamanduá",
um distrito de Marques de Souza, no Vale do Taquari, Rio Grande do Sul.
Venha pela BR 386, antes da entrada à Progresso.
Discurso, benção e emoção.
 Nó desatado: vida de caminhante que segue...
Quase 150 participantes, gente que vem de outras  caminhadas 
pelo interior do Vale promovidas por Alício de Assunção desde 2006. 
E gente que chega agora!
Marta Verena Lucian do Centro Ecológico Pedra d'Mim
 Uma trilha considerada leve por vários caminhantes 
deve atrair pessoas de todas idades.
 Nessa primeira edição, carro de apoio, 
com direito a água e carona!
Depois é por sua conta!
 Placas indicativas  - apoio  da Prefeitura de Marques,
Emater e Amturvales - asseguram a nova rota turística.
"O Caminho Autoguiado permite que os caminhantes
 percorram o trajeto pela rua principal da localidade,

 entre às 7h e 18h, sem o auxílio de condutores,
se orientando apenas por placas indicativas,
 localizadas às margens da estrada geral."

Minha sugestão: um fim de semana!
Cliques, cliques, cliques!
 Logo, logo, os moradores  vão se acostumar 
com os curiosos caminhantes.

 "Tamanduá: um roteiro que te faz voltar no tempo."
Caminho com música na cabeça...
"Toda casinha feliz...

... Ainda é vizinha de um riacho
Ainda tem seu pé de caramanchão"
Gilberto Gil
 "Peixe bom dá no riacho de água tão limpinha, dá pro fundo ver
Orgulhoso camarada, conta histórias prá moçada."
Milton Nascimento
"Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque eu já chorei demais"
Renato Teixeira

 Pracinha nova
pronta para ser arborizada.
 "Hoje é domingo
Me desculpe eu tô sem pressa
Nem preciso de conversa
Não há nada prá cumprir"
Renato Teixeira
"Me disseram, porém, que eu viesse aqui
Pra pedir em romaria e prece
Paz nos desaventos
Como eu não sei rezar, só queria mostrar
Meu olhar, meu olhar, meu olhar."
Renato Teixeira
"Eu quero que o mundo agora
Se mostre pros bem-te-vi
Mando daqui das bandas do rural, lembranças
Vibrações da nova hora
Prá você que não tá aqui."
Renato Teixeira

Primavera de mais de 35º...
 "É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir.
Renato Teixeira
 "Ai de mim senhora natureza humana
Olhar as coisas como são quem dera
E apreciar o simples que de tudo emana
Nem tanto pelo encanto da palavra
Mas pela beleza de se ter a fala."
Renato Teixeira
"Cada um de nós compõe
A sua própria história
E cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
De ser feliz"
Renato Teixeira
"Não se engane que o silêncio não existe no anoitecer
Fala mais vida que a cidade, tem mais lenda a oferecer."
Milton Nascimento
Parece que Tamanduá se coloriu 
para despertar os sentidos dos caminhantes.
 "Casa simplesinha

Rede pra dormir

De noite um show no céu

Deito pra assistir"


Renato Teixeira e Sergio Reis

"Além do exercício para o corpo e a mente,
 o caminho permite que os participantes 
possam contemplar belas paisagens naturais."
(Mas é  tempo de seca ... Uma tristeza n'alma)
Logo alcançamos o lindo Centro Ecológico Pedra D'Mim,
onde acontecem encontros de meditação e espiritualidade 
com Marta Verena Lucian.

 "... o caminho permite que os participantes 
possam contemplar matas nativas, arroios,

igrejas históricas, ferrarias, residências antigas."

"Quéu-quéu chorou
Mata branca em desesperação
Credo cruz, espia que pavor
Caipora mora na escuridão"
Vinicius de Moraes

 "O Maior mistério é ver mistério é ver mistério
Ai de mim senhora natureza humana
Olhar as coisas como são quem dera
E apreciar o simples que de tudo emana."
Renato Teixeira
Um caminho com muito sol e uma verde borda  refrigerada
tem o seu valor!


 Falta pouco...
 No final, a cereja do bolo: 
um banho nas águas límpidas do arroio.
Mas daí... essa caminhante não precavida,
ficou sem bateria no celular.
Mas juro que volto, só pra buscar as imagens 
do banho gelado que tomamos.

Querida família Alício de Assunção, parabéns!
Nota 10!

Contato:
(51) 995832672
valenews@certelnet.com.br